As livrarias mais bonitas do mundo

É a Floreios e Borrões? Essas são as escadas de Hogwarts? Não… mas qualquer semelhança não é mera coincidência!

Livraria Lello (da imagem acima), localizada em Portugal, serviu de inspiração para a criação de Harry Potter. Como muitos sabem, J. K. Rowling viveu em Portugal na década de 90, quando começou a escrever HP e a pedra filosofal, e costumava frequentar a livraria. A principal atração do local, sua escadaria de madeira, foi o que inspirou a autora a criar as escadas de Hogwarts – aquelas que se movimentam o tempo todo e adoram levar os alunos onde eles não querem ir!

Não foi à toa que a Livraria Lello foi escolhida para sediar o lançamento mundial de Harry Potter e a criança amaldiçoada, em 31 de julho do ano passado

A Lello é considerada a terceira livraria mais bela do mundo pelo jornal britânico The Guardian e a mais “cool” pela revista Time. No último dia 13, o local completou – pasmem – 111 anos de existência. Situada no número 144 da Rua das Carmelitas, no Porto, a livraria foi inaugurada pelos irmãos António e José Lello em 13 de janeiro de 1906.

Centenas de turistas passam por lá diariamente, atraídos tanto pelos livros, quanto pela história e arquitetura do local, que vende uma média de 552 livros por dia! Mas se você pensa em passar pela livraria, se prepare para enfrentar uma boa fila (e pagar 3 euros pela entrada).

El ateneo – Buenos Aires

Essa livraria parece um teatro, não é mesmo?! Mas era um! O prédio onde hoje funciona a livraria El ateneo, em Buenos Aires, já abrigou o importante teatro Grand Splendid e até um cinema.

O teatro Grand Splendid, inaugurado em 1919, tinha como atrações concursos de tanto, espetáculos de balé e apresentações de ópera. Em 1926, porém, o teatro foi fechado, dando lugar a um cinema, onde foram exibidos os primeiros filmes com áudio.

Em 2000, o prédio foi comprado por uma rede de livrarias, restaurado pelo arquiteto Fernando Manzone e transformado na segunda livraria mais bonita do mundo, segundo o The Guardian. Em seu interior, permanece a estrutura do antigo teatro, com as varandas, o palco e a cúpula, cuja pintura original foi mantida. No espaço onde aconteciam as apresentações, atualmente existe um café, de onde é possível observar toda a livraria enquanto saboreia uma empanada.

Selexyz Dominicanen Boekhandel – Holanda

O nome é difícil, mas a história e a beleza do lugar são fantásticas. A livraria funciona no ligar onde, no século XIII, havia uma igreja dominicana.

A igreja dominicana da cidade de Maastricht, na Holanda, começou a ser construída em 1260 e (dizem) foi fechada por Napoleão Bonaparte na invasão francesa de 1794. A partir do século XIX, o local foi utilizado para diversos fins, sendo uma escola, um depósito municipal e até um estacionamento de bicicletas. Em 2006, o prédio foi comprado e restaurado, se tornando a livraria mais bonita do mundo!!! – segundo o The Guardian.

Na restauração, a estrutura gótica foi mantida, assim como a abóboda da igreja, os arcos ornamentados e os afrescos decorativos. Por outro lado, foram adicionadas estantes modernas para armazenar os livros e até uma mesa de leitura em forma de cruz.

Essa mistura entre o antigo e o novo é o que rende à livraria o título de primeiro lugar entre as mais belas.

El péndulo – México

Essa não é teatro nem igreja, é uma cafebreria – e eu não escrevi errado!

Como o próprio nome diz, a El péndulo, localizada no México, é uma mistura de livraria e cafeteria. Foi inaugurada em 1993 com o objetivo de romper com a ideia tradicional de livraria e oferecer um espaço agradável para os amantes de livros, música, filmes, arte e… café!

A El péndulo tem seis filiais, mas a do bairro de Polanco é a mais famosa por causa da árvore que existe no meio da loja e das plantas penduradas por todos os lados. Por isso, essa livraria também está na lista do The Guardian.

Livraria da Vila – São Paulo

A Livraria da Vila não está na lista do The Guardian, mas está na minha – e na do jornal ABC, de Madri, que publicou um texto sobre as livrarias mais interessantes do mundo.

A rede de lojas Livraria da Vila foi inaugurada em 1985, mas a unidade que foi aleita uma das mais belas pelo jornal espanhol está localizada nos Jardins. A arquitetura, desenvolvida por Isay Weinfeld, é o que mais chama a atenção: a livraria parece ter sido feita inteiramente de livros, inclusive as portas.

E a Livraria da Vila tem um projeto bem legal, chamado Leitura Alimenta. Todas as unidades aceitam doações de livros usados, em bom estado, que são incluídos em cestas básicas e destinados à famílias carentes de todo o Brasil. Bacana, não?!

E aí, já decidiu qual vai conhecer primeiro?

Taurina, jornalista, casada com o Xu e mãe de um poodle preto chamado Bruce (Wayne). Poderia viver eternamente de doces e livros.

4 Comment

  1. Conheci a El Ateneo
    Maravilhosa e gigante

    1. ❤ um dia tb vou conhecer, Di…

Deixe uma resposta