Como eu era antes de você – Jojo Moyes (e o lançamento do 3º livro!)

Como eu era antes de você, da autora Jojo Moyes, é um livro do tipo ame ou odeie; não há como gostar mais ou menos. Hoje, mais de um ano depois de ter lido a obra, consigo dizer claramente que amo esse livro e que ele é um dos mais emocionantes que já li na vida. Mas, para chegar nesse estágio, eu precisei passar pelas 5 fases de aceitação de mudanças drásticas (sério).

Primeiro, a negação. Eu não conseguia acreditar na decisão de Will (que, convenhamos, vocês já sabem qual é).
Segundo, a raiva. Eu, literalmente, joguei o livro na parede, tamanha era a minha revolta.
Terceiro, a negociação. Prometi até ficar sem chocolate se Will mudasse de ideia…
Quarto, a depressão. Quando percebi que a tragédia era inevitável, chorei até dormir.
Quinto, a aceitação. Finalmente, me coloquei no lugar de Will e consegui entender – embora com alguma dificuldade – a sua escolha.

O fato é que esse livro fala de amor de uma forma real, não como nos contos de fada, em que tudo é perfeito. E não é assim na vida?! Não passamos por alegrias, tristezas, dúvidas e escolhas?

O livro é narrado, na maior parte do tempo, por Lou, uma jovem de 26 anos que mora com os pais, trabalha há muito tempo em um café e namora Patrick, um triatleta que parece ligar apenas para o próprio corpo. Até que um dia o café fecha e ela precisa arrumar outro emprego. Assim, acaba se tornando cuidadora de Will, que é tetraplégico.

Aos 35 anos, Will é um homem inteligente e rico, mas muito mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas desde que foi atropelado por uma moto, ele planeja uma forma de acabar com todo esse sofrimento. Mas Lou surge no que parece ser a hora errada para fazê-lo mudar de ideia. E o livro é exatamente isso: uma história de amor que acontece na hora errada, mas com as pessoas certas.

Todos os personagens do livro acabam mudando ao se envolverem na história dos dois. E quando termina de ler, parece que você se envolve e se transforma também. Descobre que o amor pode ser duro, complicado e até triste, mas não deixa de ser lindo e válido. E o filme não deixa nadinha a desejar! Vocês já viram? (Se não, prepare os lencinhos).

Depois de você

Ok, talvez eu não tenha superado esse final de verdade, porque até hoje eu não consegui ler Depois de você, que é a continuação da história de Lou.

Nesta sequência, Lou mora em um flat em Londres e trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, ela cai do terraço. O terrível acidente a obriga a voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, e a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.

Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, até que alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

Still me

Nos últimos dias, eu percebi que terei que encarar a realidade e finalmente ler Depois de você, porque a terceira obra dessa saga já tem data de estreia! Intitulado Still Me (Ainda Eu, em português), o livro será publicado no dia 23 de janeiro de 2018. E esperamos que o lançamento seja mundial!

Agora conheceremos a vida de Lou após sua mudança para Nova York, enquanto tenta manter um relacionamento à distância. “Mas antes que perceba, Lou está se misturando com a alta sociedade da cidade e tem dificuldade de manter seus dois mundos unidos, sobrecarregada com segredos que vão causar mudanças catastróficas e colocá-la frente a frente com a maior questão de sua vida: quem realmente é Louisa Clark? E como você lida com um coração que vive em dois lugares diferentes?”, diz a sinopse.

Já queremos Jojo Moyes vindo ao Brasil para autografar nossos exemplares, não é mesmo?!

Taurina, jornalista, casada com o Xu e mãe de um poodle preto chamado Bruce (Wayne). Poderia viver eternamente de doces e livros.

7 Comment

  1. Apesar de só ter visto o filme, achei a história do primeiro bem bonita e realista.

    É diferente ver uma trilogia cujas histórias conversam relativamente bem entre as edições próximas, mas não parecem nada conexas do primeiro ao último. Isto mantém o ar realista da primeira obra, mas parece curioso de se ver.

    Leia logo a segunda pra nos contar como é!

    1. hahahaha vai ser o próximo livro do piquenique, leia!
      Mas concordo que o mais legal dessa obra é que ela é bastante realista… faz vc acreditar que aquilo é muito possível de acontecer! Ansiosa pra ler!

  2. Eu li o segundo livro e posso afirmar que a autora conseguiu manter o ar realista por toda ela, sem contar alguns acréscimos que ela fez relacionados ao crescimento dos pais da Lou dentro da narrativa que fizeram com que esse casal também ganhasse meu coração! Vale muito a pena a leitura, viu?

    1. Está na lista depois de O sorriso da hiena! haha Que bom que gostou, Van, dá mais vontade de ler!

  3. Olá! Eu tenho esse livro mas ainda não li. haha Eu me recuso a ver o filme, sou daquelas que ler primeiro. Adorei tudo isso.

    Beijinhos, Jenni.

    sinopsedoslivrosjenni.blogspot.com

    1. Você precisa ler!!! E ver o filme logo em seguida! Mas prepare-se para amar muito ou odiar ferrenhamente hahaha
      Obrigada pela visita, Jenni!
      Beijos!

  4. ainda não li nenhum livro da saga, mas fiquei com bastante curiosidade para lê-lo. Nem sabia, aliás, que eu era uma saga.

    https://algodaodoce1234.blogspot.pt/

Deixe uma resposta